Electrolux fica com a marca Continental para a América Latina

Empresa sueca ofereceu R$ 70 milhões pelo ativo que pertencia à mexicana Mabe

A Electrolux informou ontem que os administradores da massa falida da Mabe Brasil aceitaram proposta no valor de R$ 70 milhões pelos direitos da marca Continental de eletrodomésticos na América Latina, como fogões e geladeiras. Em comunicado, o diretor da área de negócios major appliances para a região da Electrolux, Ricardo Cons, disse que a Continental será um valioso patrimônio para a empresa, apoiando o crescimento contínuo e lucrativo na América Latina.

"A aquisição nos permitirá expandir ainda mais nossa cobertura de mercado, oferecendo excelentes experiências para mais consumidores", declarou o executivo. A empresa mexicana Mabe comprou a Continental da BSH Continental em 2009. Na ocasião, a Mabe já vendia no Brasil as marcas Dako e GE. Depois lançou marca própria, mas em 2013 o fabricante pediu recuperação judicial, não conseguiu cumprir o acordo e em fevereiro do ano passado a falência foi decretada.