Projeto aproxima consumidor dos orgânicos

Ação promovida pela Universidade Federal de São Carlos, no interior paulista, faz a ponte entre produtores rurais que vendem cestas diretamente aos clientes.

De modo a incentivar o consumo de frutas e hortaliças cultivados de modo orgânico por pequenos agricultores, um grupo de pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), no interior paulista, deu início ao Programa 10 a 1. Juntou dez consumidores de Araras dispostos a comprar diretamente de agricultores organizados em associações ou cooperativas. Ao aderir ao programa, o consumidor se compromete a comprar semanalmente as cestas com frutas, legumes e hortaliças durante dois meses, pagando diretamente ao agricultor. No fim desse período, decide se vai continuar na ação ou não.

No projeto piloto de Araras, foram oferecidas cestas com oito itens: abobrinha, beterraba, cheiro verde (salsa ou coentro e cebolinha), couve, repolho, alface, almeirão e cenoura. “O objetivo do programa é fortalecer a agricultura familiar local, bem como melhorar a qualidade de vida das pessoas que consomem esses alimentos”, afirma em comunicado, Jean Carlos Cardoso, professor do Departamento de Desenvolvimento Rural (DDR) e coordenador do Grupo de Pesquisas em Plantas Hortícolas e Paisagismo (GPHP), do Centro de Ciências Agrárias (CCA), da universidade. Também participam estudantes da universidade; a Prefeitura de Araras; e produtores rurais vinculados à Associação dos Agricultores Familiares dos Assentamentos Rurais de Araras Terra Boa, também de Araras.

Ele explica que o número mínimo de dez consumidores visa tornar viável o transporte da mercadoria até o consumidor. Nessa primeira ação, o ponto de distribuição é o próprio Centro de Ciências Agrárias. A meta é expandir o programa com novos grupos de consumidores na própria cidade e difundir a idéia para outras cidades.

Quem tiver interesse em implantar o Programa 10 a 1 pode entrar em contato pela página do GPHP no Facebook:
www.facebook.com/gphep.ufscar