Grings cresce com alimentos funcionais

Empresa planeja investir R$ 3 milhões no próximo ano a fim de sustentar os projetos de ampliar o mix de produtos, que já conta com 150 itens.

A crescente demanda por alimentos funcionais no cardápio dos brasileiros levou a Grings Alimentos Saudáveis a definir investimentos de R$ 3 milhões para ampliar a capacidade de armazenagem até o final de 2018. Até lá, a linha de produtos que conta atualmente com cerca de 150 itens também vai aumentar em outros 30 itens. “O mercado de alimentação saudável cresce a cada ano, tanto que tivemos um aumento de cerca de 30% nos últimos cinco anos em nosso faturamento e nossa expectativa é de continuar tendo um desempenho positivo, mesmo frente a instabilidade econômica”, afirma Cristiano Grings, sócio-diretor da empresa que leva o sobrenome da família.

Para se manter competitiva, diz o empresário que é filho dos fundadores, a direção procura diversificar e ampliar os canais de distribuição e de vendas, sobretudo na região sudeste, que concentra a maior parte das vendas da Grings. “Nosso portfólio é desenvolvido com o objetivo de fidelizar os clientes, por isso sempre procuramos inovar, lançando itens que não existem no mercado, pois o consumidor sempre busca e quer novidades, tanto que fomos os pioneiros ao trazer o Matcha ao Brasil em 2014”, destaca o executivo. Matcha deriva da folha da planta Camellia sinensis, a mesma do chá verde, que porém é cultivada de forma especial, deixando um sabor mais suave e adocicado com 137 vezes mais catequinas (antioxidantes) em comparação ao chá verde comum.

O Matcha Fruit, pó para preparo de bebida à base de chá verde com polpa de frutas, está na lista dos produtos mais vendidos da empresa. O destaque fica com a granola, que responde por 20% da receita da empresa paulista. “Produtos de maior valor agregado também têm apresentado bom desempenho como as linhas Quinoa Fácil, 8 Grãos à La Carte e 12 Grãos, que se diferenciam no mercado, sendo considerados, inclusive, linhas gourmets”, afirma o dirigente.

Entre os lançamentos mais recentes está uma linha termogênica, para ser consumida nos intervalos das refeições e que estimula a perda de peso, e um mix de grãos e sementes saborizados, que é um snack que pode ser adicionado em iogurtes ou em pratos quentes ou frios. A empresa também está colocando no mercado o Hibiscus Fruit, um pó para preparo de bebida feito à base de cálice da flor de hibisco combinado com polpa de frutas, adoçado com stevia – adoçante natural – e disponível em quatro versões: abacaxi com hortelã; cranberry; limão; e tangerina com gengibre. O preço médio sugerido é de R$ 4,95.

A Grings foi fundada em abril de 1995 e está instalada no Distrito Industrial III, em São João da Boa Vista, no interior do estado de São Paulo.