Como combinar queijos nas receitas

O MeuCardápio ouviu as recomendações do chef francês Charles Soussin em torno das melhores opções, de acordo com a textura.

.Nem sempre é fácil combinar o queijo no preparo de algumas refeições. Queijo é gostoso e um alimento bastante nutritivo, como sabem os franceses há muito tempo. A França é o principal produtor de queijos do mundo.

São 1,2 mil variedades que o país produz, segundo dados do Cniel (Centre National Interprofissionnel de l’Economie Laitière), entidade que representa o mercado francês de laticínios. A Itália é o segundo maior produtor com 600 variedades.

Por isso, o MeuCardápio ouviu as recomendações do chef francês Charles Soussin em torno das melhores combinações. Ele defende o uso da chamada fraîche cuisine, que usa frutas e legumes frescos, quase sempre combinados com uma variedade de queijo. Tranqüilo, e sem afetação, Chales Soussin compartilha sua experiência.

.:Queijos duros: como parmesão e pecorino, o melhor é serem usados em lascas ou ralados para acentuar o sabor de saladas ou como complemento de um prato.

.: Queijos macios: são os grandes clássicos franceses, com crosta ou capa por fora, e macios por dentro, como brie, camembert, coulommiers, chaoucre. Pode empanar, grelhar ou fritar. Ou então podem ser consumidos junto com frutas vermelhas ou mais ácidas, como o kiwi, ou ainda com nozes.

.: Queijos moles de sabor intenso: como o brillat-savarin ou o roquefort, melhor usar para o preparo de molhos ou simplesmente para comer sobre um bom pão.

GALERIA DE FOTOS

previous arrow
next arrow
Slider