Brasileiro prefere alimentos enriquecidos

Adição de vitaminas ou minerais em comida e bebida é o fator mais importante na decisão de compras, diz pesquisa feita em 17 países.

Pouco mais da metade dos brasileiros afirma que a adição de vitaminas ou minerais em comidas e bebidas é um fator muito ou extremamente importante ao escolherem os produtos que vão comprar. De acordo com a pesquisa realizada pela GfK, 54% dos entrevistados no Brasil apontaram que esse é o principal aspecto entre os nove relacionados pelo estudo. Na média geral, para o total de 23 mil consumidores consultados, 48% responderam que preferem produtos com baixo teor de açúcar ou sem açúcar como o fator mais importante na decisão de compra.

Para os brasileiros, depois dos alimentos enriquecidos, o segundo aspecto relevante são os produtos com pouco ou nada de sal (53%) e em seguida estão aqueles com pouco ou sem açúcar (52%). A pesquisa online foi realizada com consumidores de 17 países: Alemanha, Argentina, Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, China, Coréia do Sul, Espanha, França, Holanda, Itália, Japão, México, Reino Unido, Rússia e Estados Unidos. Do Brasil, foram consultados 1.513 consumidores.

Segundo o estudo, a China se destaca por ter a maior percentagem entre os que atribuem maior importância em cada um dos itens listados, ao decidir o que comer ou beber. A exceção é apenas no que se refere a produtos locais ou feitos com ingredientes locais, em que a Itália toma a liderança.

Confira os resultados do Brasil abaixo, pela ordem de fatores relevantes: produtos enriquecidos com vitaminas ou minerais; produtos com baixo teor de sódio ou de sal; com baixo teor de açúcar ou sem açúcar; com pouco gordura ou sem; é orgânico ou feito com com ingredientes orgânicos; é livre de organismos geneticamente modificados (OGMs); é produzido localmente ou com ingredientes locais; contém prebióticos ou probióticos; sem glúten; ou não considera qualquer dos fatores apresentados.