Conheça os 5 temperos de sucesso em 2021

Embora a covid ainda limite as experiências de viagem, as tendências culinárias podem incorporar sabores globais no preparo dos pratos.

Conheça os 5 temperos de sucesso em 2021

Enquanto a imunização não chega para todos, a interação humana continua restrita. E assim deverá ficar pelo menos até meados do ano. Se a covid-19 praticamente extinguiu as experiências de viagens a lazer e levou ao hábito de compras locais, nada nos impede de testar sabores globais no preparo dos pratos. Entre as tendências traçadas pela Baum+Whiteman para consumidores e restaurantes ali estão 5 temperos de sucesso em 2021.

O relatório destaca ao menos cinco mix de especiarias que os consumidores deveriam preparar em suas cozinhas ou experimentar. Entre as recomendações o relatório destaca o nosso genuíno tempero baiano. A viagem degustativa oferecida pelos 5 temperos de sucesso atravessa, ainda, o Egito, a Jamaica, o México e a Etiópia. Em comum, o toque apimentado.

1 DUKKAH | É a mistura de sabor salgado e defumado. É um pó grosso à base de gergelim. Combinado a nuts (palavra de difícil tradução para o português porque envolve toda a classe de nozes, castanhas e frutos de casca dura em geral).

5 temperos de sucesso - Dukkah

A mistura ainda tem cominho, coentro, erva doce e outras especiarias. Comumente usada para peixes e aves.

2 JERK SEASONING | O mix incendiário nascido na Jamaica. Tem cominho, noz-moscada, pimenta jamaicana, páprica defumada, canela, alho e outras pimentas.

5 temperos de sucesso - Jerk Seasoning

Recomendado para frango e costela grelhada.

3 TEMPERO BAIANO | Leva salsa ou coentro, pimenta malagueta, orégano, louro, noz-moscada e açafrão.

5 temperos de sucesso - Tempero Baiano

Como açafrão é caro, na maioria das vezes é substituído por colorau, alternativa bem mais econômica.

4 TAJIN | Outro sabor picante do México. Mistura limão, pimenta e sal, alguns adicionam também açúcar. Pode dar variação a um prato de frutas frescas ou toque cítrico a frango e peixe.

Tajin

Outra ideia é o tajin ir para a borda de uma taça de margarita ou de um copo de blood mary.

5 BERBERE

A mistura aromática que vem da Etiópia. Inclui pimentas, cardamomo, canela, gengibre, noz-moscada, pimenta jamaicana e coentro. Usado como tempero de carnes ou simplesmente para finalizar pratos, salpicado por cima.

Berbere