Sadia vai disputar mercado de frango orgânico

Sadia vai disputar mercado de frango orgânico

Ainda pequeno no Brasil, o mercado de frango orgânico ganhou mais um concorrente de peso. A Sadia vai disputar o segmento. A marca do grupo BRF anunciou o lançamento da linha na semana passada. Estreia com nove cortes de frango orgânico congelados. Tem peito sem osso e sem pele, coxa, sobrecoxa, coxinha da asa, meio das asas e frango inteiro. Conta, ainda, com coração, fígado e sassami (pequeno filé retirado da parte interna do peito). Chega ao mercado com certificação do Selo Orgânico Brasil.

O selo garante ao consumidor que os frangos comercializados só comem ração vegetal e orgânica. Além de viverem mais soltos que nas granjas tradicionais. “Assim como em todas as nossas linhas não fazemos uso de melhoradores de desempenho”, conforme afirma a marca em anúncio oficial.

A linha Bio da marca também conta com certificações – WQS e Certified Humane, que atestam o bem-estar animal. Só que nesse caso, a ração é 100% vegetal (mas não orgânica) e os frangos ficam confinados.

Por enquanto, a linha Sadia Orgânico está à venda na loja conceito do Carrefour, nos Jardins, bairro da capital paulista. A expectativa da empresa é expandir a venda para Rio de Janeiro e Minas Gerais, a partir de outubro.

DUAS CONCORRENTES

Apenas outras duas empresas contam com Selo Orgânico Brasil para cortes de frango no Brasil. A pioneira é a Korin, que conta com uma linha diversificada. Inclui a ave inteira ou em partes, comercializadas em embalagem de 600 gramas, informa a empresa. A linha tem opções resfriadas e congeladas.

A Seara estreou nesse mercado no ano passado. Atualmente, a linha da marca do grupo JBS tem cerca de uma dúzia de produtos, todos congelados. Do frango inteiro a partes como filés e coxas, além de miúdos vendidos separadamente, como moela, coração e fígado.

O SELO ORGÂNICO BRASIL

É estruturado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Mas os produtos têm que ser avaliados por acreditadoras credenciadas pela Pasta. Pela definição, para ser orgânico, o produto deve conter, no mínimo, 95% de ingredientes orgânicos em sua composição. Os outros 5% têm que estar identificados na embalagem e de acordo com as regras de produção orgânica. Entre outras restrições, a proibição de uso de agrotóxicos sob qualquer forma.

Além de frangos, o Selo Orgânico Brasil assim também vale para outros produtos. Certifica de pratos prontos a frutas, verduras e legumes.