Feira de orgânicos da Ceagesp foi suspensa

Os organizadores informam que por conta de atrasos na análise da documentação dos agricultores participantes para legalização da feira orgânica, sem data definida de inauguração

Prevista para 11 de maio, depois adiada para a sexta-feira, 18, a feira de orgânicos da Ceagesp foi cancelada, ainda sem data determinada para ser montada. Comunicado da Plural, uma das organizadoras da iniciativa, atribui a suspensão "por conta de atrasos na análise da documentação dos agricultores participantes para legalização da feira orgânica".

O texto abaixo contempla as mudanças de forma ao leitor acompanhar os desdobramentos. O plano original era montar a feira de orgânicos às sexta-feiras, entre 7h00 e 13h00, reunindo na Ceagesp produtores de alimentos orgânicos certificados, na área destinada ao varejo. A iniciativa colocaria o Varejão da central de abastecimento paulista no calendário de feiras orgânicas da cidade de São Paulo e partiu de pequenos produtores, que se mobilizaram para criar essa área de venda específica no maior centro atacadista da América Latina.

Seriam comercializados frutas, verduras, grãos e outros alimentos cultivados sem uso de agrotóxicos, quer seja in natura ou minimamente processados. Os hortifrútis seriam vendidos já higienizados e picados. A organização da nova feira orgânica da cidade envolve parceria entre pequenos produtores orgânicos; a Ceagesp; o Rancho Biju, produtor de queijo e hortifruti orgânicos; o Plural Bio, um supermercado orgânico digital; e o Só Orgânicos, produtor e franquia de lojas de produtos orgânicos.