Dia do Pão de queijo: é hoje, 17 de agosto

Desde 2007, o Brasil festeja outro legado da cozinha mineira, que ganha participação no mercado, inclusive externo, com as versões congeladas.

Dia do Pão de queijo: é hoje, 17 de agosto

Como tem dia para tudo, também o pão de queijo tem data para ser festejado. Desde 2007, é comemorado em 17 de agosto. A data foi escolhida por causa de um programa de televisão. A apresentadora Ana Maria Braga promoveu um concurso para escolher o melhor pão de queijo do Brasil. E o resultado foi anunciado em 17 de agosto. O Senac de Minas Gerais e a Frente de Gastronomia Mineira propuseram, então, o Dia do Pão de Queijo.

Além de tipicamente nacional, a delícia mineira é do tipo saudável. É glúten free e preparado no forno. Tão frequente nas mesas de café de Minas Gerais que a população escolheu como símbolo gastronômico do estado, assim como o acarajé na Bahia. A receita é simples. Mistura polvilho, queijo, leite, ovos, sal e manteiga.

Tem muitas versões simplificadas que levam apenas um tipo de polvilho para facilitar a incorporação. Mas a receita-raiz de mineiros, usa os dois tipos de polvilho (doce e azedo) em partes iguais. O leite deve ser esquentado junto com a manteiga e o sal para escaldar o polvilho.

MASSA PESADA DE MISTURAR

É nesse ponto que fica pesado de amassar a liga, porque tem que ir juntando os ovos, um a um. É preciso ir amassando até o momento de incorporar o queijo minas padrão ralado e chegar ao ponto de moldar as bolinhas. Haja muque.

O trabalho fica bem facilitado com uma batedeira potente, e desde que tenha o acessório para sovar massa. Na falta do eletrodoméstico ou de muque, o supermercado é boa saída, com variedades congeladas de pão de queijo. Algumas opções pré-assadas e congeladas o que facilita muito e economiza gás.

Os produtos prontos não costumam ser baratos. A conta que deve ser feita é quanto você gastará com os ingredientes da receita, se fizer em casa. Incluindo nos cálculos o tempo dedicado ao preparo e o preço do gás.

O bom pão de queijo tem casquinha fina crocante e pontos de queijo derretido. Quentinho, é bom até sozinho.