Seleção de Idioma

Sexta-feira, 29 de Maio de 2020

NOTÍCIAS

Redação - 10/08/2018

Embrapa promove evento sobre Panc

A segunda edição do encontro nacional sobre hortaliças não convencionais será realizado no final do mês, na capital paulista

Para incentivar o plantio e o consumo de plantas alimentícias não convencionais, conhecidas por Panc, a Embrapa Hortaliças vai organizar a segunda edição do Encontro Nacional de HortPANC, na capital paulista, entre os dias 30 e 31 de agosto. O primeiro encontro foi realizado em junho do ano passado em Brasília. Além de mesas redondas com especialistas de diversas áreas da agricultura urbana e outra específica sobre culinária e gastronomia, o evento terá nessa edição uma série de oficinas no estilo Mão na Massa com as Pancs, tratando de prática culinária, propondo o plantio e manejo nas praças da cidade de plantas como azedinha, peixinho, capuchinha, jambu, mangarito, ora-pro-nóbis, taioba, vinagreira, entre muitas outras.



“É preciso saber quais são as partes comestíveis da planta, o ponto ideal de colheita e as formas corretas de conservação para que se aproveite ao máximo a rica composição nutricional dessas espécies”, declara em comunicado ao mercado a pesquisadora Neide Botrel, da Embrapa Hortaliças, que vai apresentar uma palestra sobre pós-colheita de Pancs. Essas plantas são espécies rústicas e que se adaptam bem em diferentes locais, sendo comuns nos quintais de antigamente. E por isso, ainda são pouco exploradas do ponto de vista comercial, destaca no informa o pesquisador Nuno Madeira, que durante o evento conduzirá um dia de campo sobre Panc em hortas comerciais de Parelheiros, zona sul de São Paulo.

Esse encontro é promovido pela Embrapa Hortaliças em parceria com o Horto Comunitário da Faculdade de Medicina da USP, o Instituto Kairós, o Centro de Nutrição Funcional e o Movimento Urbano de Agroecologia de São Paulo (MudaSP). O evento é aberto a profissionais do setor e outros interessados, que tiveram até o dia 6 para se inscreverem. O dia 30 está inteiro reservado às mesas redondas no teatro do prédio principal da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP). No dia 31, será a vez das oficinas, são seis ao todo, algumas no mesmo horário e em realizadas em locais diferentes.