Repolho não precisa ser sem graça, saiba preparar

Com sal, óleo e um forno bem quente diga adeus às folhas verdes ou roxas cortadas em tiras refogadas que pouco animam o paladar.

Repolho não precisa ser sem graça, saiba preparar

Na hora do aperto, o repolho vira curinga. Aceita vários tipos de preparo e não precisa ser sem graça. Cortado em pedaços, temperado apenas com sal e óleo, só requer um forno bem quente para caramelizar e deixar as pontas crocantes. Acompanha carnes, dispensando outros pratos. Demanda em torno de 20 minutos para ficar pronto.

Cru, o repolho cortado em tiras finas e temperado funciona como uma boa salada. Se quiser incrementar acrescente pedacinhos de maçã verde, uva-passa, cenoura ralada e um pouco de maionese e mel.

O repolho verde ou roxo combina com algum sabor cítrico, como a maçã verde e vinagre. Vai bem ainda com salsa, cebolinha, sálvia ou tomilho.

Como prato quente, os fogões brasileiros ainda insistem em fazer refogadinho, que pouco anima o paladar. Tente assado e verá a diferença.

TRUQUES E TEMPO DE COZIMENTO

O repolho é vegetal de baixa caloria e rico em fibras. A Embrapa ensina que é uma das hortaliças mais antigas do mundo, desde antes da era AC.

No Brasil, o consumidor encontra repolho verde o ano inteiro. O roxo aparece com mais força entre abril e maio e ao final do ano.

Verde e roxo são os mais comuns de encontrar nas feiras e mercados. Mas, tem outras variedades de repolho, como o crespo e o coração-de-boi (o nome faz referência ao formato cônico).

Na geladeira, guardado embalado em filme plástico dura até duas semanas.

Até dá para congelar, branqueado, mas apenas para depois usar em preparos quentes, como refogados ou sopas.

Para ter uma noção de medida

1 kg de repolho = 4 xícaras de chá fatiado ou 2 xícaras de chá cozido

Truque: para o repolho roxo fatiado não azular. Jogue por cima vinagre de vinho levemente aquecido.

Tempo de cozimento no vapor: 10 minutos. Boa opção se quiser usar repolho para fazer charutinho de carne no lugar da folha de uva.

Para fatiar fininho e rápido: use um manolim. Não precisa ser do modelo caro. Pode ser aquele branco mesmo vendido nos supermercados.