Seleção de Idioma

Sexta-feira, 19 de Abril de 2019

NOTÍCIAS

Redação - 31/01/2019

Cozinha sem desperdício: trend em 2019

O conceito está entre as três tendências mais fortes para o ano apontadas por chefs de restaurantes americanos em pesquisa da American Culinary Federation


Cozinhar sem desperdiçar alimentos figura entre as três principais tendências apontadas por chefs de restaurantes americanos. A pesquisa com eles é feita anualmente pela American Culinary Federation e os resultados publicados como What’s Hot. Como o movimento que começa por lá acaba desembarcando também no mercado brasileiro é recomendado que restaurantes e cozinhas locais, inclusive as caseiras, fiquem de olho nessa boa trend.

O barômetro das tendências de alimentos e bebidas dos Estados Unidos ouviu 650 chefs profissionais que participam da associação. A culinária com zero desperdício aparece em terceiro lugar na lista de tendências gerais deste ano. No primeiro e segundo lugares quase 80% dos chefs apontam a infusão à base de cannabis, tanto no preparo de bebidas, como de pratos em experiências gastronômicas.

De acordo com a federação, a culinária com zero desperdício exige que os chefs e donos de restaurantes reduzam a quantidade de resíduos alimentares gerados durante a preparação dos itens do cardápio de modo a evitar que sejam descartados e acabem em aterros sanitários. Os profissionais disseram que se trata de uma meta possível de ser alcançada, incorporando no preparo alimentos que estejam bons para o consumo mas que estão com aparência ‘feia’, e que hoje são descartados, ou enviando os restos que sobram nos pratos para compostagem, entre outras ações.

“A culinária zero de resíduos é um sinal dos tempos", declarou em comunicado ao mercado Hudson Riehle, vice-presidente sênior de pesquisa da American Culinary Federation. Na avaliação deles, os clientes das gerações Y e Z valorizam ações de sustentabilidade, assim como são boas para os negócios. “Não só é mais rentável, como cria fidelidade à marca e ajuda a proteger o planeta. É uma grande vitória para todos”, completa o executivo.

RECICLAGEM CASEIRA

Em casa, o exemplo clássico de reciclagem na cozinha é a sobra de arroz virar bolinho, frito ou assado. Também pode se transformar em arroz de forno, combinado com ovos cozidos, ervilhas e creme de leite para gratinar. Mas tem outros truques para reciclar as sobras intocadas de refeições em pratos atraentes. Os reciclados não precisam ser feios ou desleixados.

A carne que sobrou na grelha do churrasco pode ser reprocessada no dia seguinte como bolinhos. Basta colocar os pedaços no processador ou liquidificador e acrescentar batata cozida e amassada, óleo para hidratar a massa e muitos temperos. Molda no formato que quiser e põe para assar.

Depois de bem lavada, a casca do abacaxi fervida com água dá um bom chá, servido gelado nos dias quentes ou para esquentar no inverno. O feijão de ontem é o tutu de amanhã servido com bisteca e couve. A lista pode ser grande. Exige apenas um pouco de imaginação.