Seleção de Idioma

Quarta-feira, 26 de Junho de 2019

DICAS

Redação - 18/11/2017

Conheça mais tendências de alimentos para 2018

Agora, o MeuCardápio publica a lista completa elaborada pela consultoria britânica Food People com as hot trends de comida e bebida para o ano que vem

Especializada no mercado de alimentos, a Food People elabora anualmente ranking das principais tendências para o ano seguinte, em comida e bebida. Na semana passada, o MeuCardápio publicou nove delas para 2018 para você conferir se está atualizado com as novidades ou se seus hábitos alimentares passam longe do que futuro acena. Mas, ao todo, a consultoria traça 17 trends no relatório deste ano. Nesse refresh, reunimos todas elas. Será que pegam por aqui? Algumas já dão sinais de que o Brasil está acompanhando.

1 – MATURAÇÃO
Agora as técnicas de maturação vão além da carne de boi, chegando também a frangos, peixes e até a manteigas. Conheça mais sobre as diferenças entre manteiga maturada e a tradicional no MC Explica .

2 - SEGUNDA VIDA
A luta para reduzir o desperdício tem novos capítulos. Reciclar o que seria lixo alimentar para adaptar ou criar outros pratos entra na moda, tanto em restaurantes e lanchonetes, quanto em mercados e indústrias, até em casa.

3 - TRÓPICOS AMERICANOS
Cores vibrantes, flores e sabores marcantes são as mais novas estratégias de chefs para estamparem sorrisos nos rostos de seus clientes. São os sabores do Pacífico, que vão de bares Tiki havaianos a sanduíches mexicanos e cubanos, passando pelas marinadas jamaicanas.

4 - TEMPERO MORNO E ARDOR DOCE
Pimenta-do-reino, gengibre, raiz-forte, wasabi e pimentas vêm ganhando espaço nos temperos picantes, mas acompanhados do crescente equilíbrio entre ardor e doçura.

5 - COMENDO EM CASA
Nos dias de hoje, quem mora nos grandes centros urbanos do mundo pode comer o que quiser, sem esforço e no conforto de casa, graças aos muitos serviços de entrega, kits de refeições e o apreço por preparar a própria comida. Junte ainda os preços inflados de restaurantes e comer em casa é uma tendência que só aumenta. Na esteira desse comportamento e incentivar a alimentação saudável e caseira, o MeuCardápio criou o MC Planner, que é um serviço que envia por email cardápio semanal prontinho, que durante três meses dá adeus à dor de cabeça de pensar no que preparar para comer.

6 - FOCO NOS MINERAIS
As vitaminas sempre foram as estrelas na alimentação balanceada, mas as atenções começaram a se voltar para os minerais. A vida moderna, estressante e caótica acaba com nossas reservas minerais: que tal se remineralizar com suplementos ou uma banheira com flocos de magnésio, propõe a consultoria.

7 - CORES VIBRANTES
Lattes azuis de algas, bolinhos verdes de matchá, cheesecakes roxos feitos de inhame e pães pretos: as comidas e bebibas estão se tornando mais vibrantes, coloridas e bonitas graças a usos engenhosos de ingredientes naturais.

8 - CHEFS AFICCIONADOS EM CASA
O advento de equipamentos de cozinha baratos e acessíveis associado à proliferação de programas e canais de culinária fez explodir o mundo gourmet, nos permitindo preparar comidas com qualidade de restaurante em nossas próprias casas - com um pouquinho de prática, claro, observa o estudo da Food People.

9 – COMIDA DE MARMANJO 2.0
As tradicionais comidas de carnes gordurosas ou pesadas preferidas dos marmanjos vem mudando: conservam as mesmas características, mas substituem a carne por vegetais

10 - OS CARBOS ESTÃO DE VOLTA!
O interesse e as inovações em pães e massas os trouxeram de volta à mesa. Se você está entre os que gostam de comer mas temem o efeito dos carboidratos sobre o peso sugerimos que dê uma lida em uma das dicas quentes do MC: Não comer carboidrato depois das 18 horas ajuda a emagrecer?

11 – CONHECIMENTO QUENTE
Ainda há muito amor pelas pimentas e os entendidos sabem bem a diferença entre suas Grim Reapers e os molhos de Gochujng! Mas se você quer saber mais sobre tipos de pimenta e nível de ardência, o MC tem dois artigos muito interessantes. Um na seção MC Explica que mostra quais são as pimentas mais ardidas do mundo; e o outro em Dicas que revela o nível de ardor por variedade.

12 - DRINKS DA RODADA
O álcool já não é mais necessário para uma boa noite nem para um bom drinque, diz o relatório. Com cada vez mais pessoas se distanciando do álcool, os especialistas resolveram apostar nos drinques não-alcoólicos. Usando técnicas modernas, eles criam toda a profundidade, complexidade e teatralidade dos drinques tradicionais, mas sem os efeitos colaterais.

13 – DESTILADOS ARTESANAIS
Na ponta oposta da onda sem álcool, depois da explosão das cervejas artesanais, os destilados serão as bolas da vez, devendo aparecer com força no mercado. Assim como em diversos outros setores de comidas e bebidas, os consumidores querem destilados mais autênticos, únicos e menos ‘artificiais’. Os destilados artesanais não só vão preencher esses critérios, como serão considerados experiências a apreciar e viver sem se preocupar tanto com as conotações negativas associadas ao álcool.

14 – NOOTRÓPICOS
Essa é a mais nova palavra do momento no mundo das comidas, bebidas e suplementos. Com consumidores querendo ser as melhores e mais eficientes versões de si mesmos, os nootrópicos prometem nos deixar mais inteligentes ou, pelo menos, proteger nossos cérebros. Com essa promessa, ganharam corações e mentes de empreendedores do Vale do Silício e daqueles que se preocupam com doenças degenerativas do cérebro.

15 - 'FAUSSE' COMIDA
Nada é o que parece! Chefs e restaurantes tiveram de aprender a servir pratos baseados em vegetais. Estão quebrando as regras para redefinir os limites, de modo a criar novas e engenhosas opções de imitação de carne para confundir e estimular sentidos.

16 - VEGANO
Não reprensenta mais um termo estranha e incômodo nos jantares. Os veganos estão em voga! E, certamente, a nova onda de opções veganas parecem não ter mais nada de "chata" nem de "sem gosto".

17 - SAÚDE INTESTINAL
Mais e mais consumidores estão prestando atenção às comidas e fatores que possam impactar negativamente a saúde de seus intestinos. O interesse crescente nesse tópico vêm não só fazendo crescer a popularidade de probióticos, produtos fermentados e enzimas digestivas, como vem demonizando comidas comuns que possam "irritar" o sistema digestivo.

GALERIA DE FOTOS 

Ampliar
  • Foto 1
  • Foto 2
  • Foto 3
  • Foto 4
  • Foto 5
  • Foto 6
  • Foto 7
  • Foto 8
  • Foto 9
  • Foto 10
  • Foto 11
  • Foto 12
  • Foto 13
  • Foto 14
  • Foto 15
  • Foto 16
  • Foto 17